google.com, pub-7620993729816421, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
Buscar
  • Foto do escritorVinicius Allan Gomes

Shein, Shopee e AliExpress: Cobrança de Imposto pode Começar em Julho - Entenda!




Introdução


Nos últimos anos, o comércio eletrônico tem se tornado cada vez mais popular, oferecendo aos consumidores a conveniência de comprar uma ampla variedade de produtos online. Plataformas como Shein, Shopee e AliExpress se tornaram conhecidas por disponibilizarem uma infinidade de opções a preços acessíveis. No entanto, uma mudança importante está prestes a acontecer. A partir de julho deste ano, essas plataformas podem começar a cobrar impostos sobre as compras realizadas por brasileiros. Neste artigo, vamos analisar essa nova regulamentação e o impacto que ela pode ter nas compras internacionais.



O cenário das compras internacionais


Nos últimos anos, as compras internacionais têm ganhado popularidade entre os consumidores brasileiros. A facilidade de acesso a produtos de diferentes partes do mundo, aliada aos preços atrativos, tornou essas plataformas uma opção atraente para muitos. A Shein, Shopee e AliExpress se destacaram nesse cenário, oferecendo uma ampla gama de produtos, desde roupas e acessórios até eletrônicos e itens para casa.

No entanto, uma questão que sempre permeou essas compras foi a ausência de cobrança de impostos, o que gerava um diferencial de preço em relação aos produtos vendidos no mercado nacional. Muitos consumidores viam nessa vantagem um incentivo para realizar compras no exterior, mesmo que isso implicasse em um prazo de entrega maior.



A nova regulamentação


Com o objetivo de equilibrar a concorrência entre os produtos internacionais e nacionais, o governo brasileiro implementou uma nova regulamentação que prevê a cobrança de impostos sobre as compras realizadas em plataformas estrangeiras. A partir de julho de 2023, a Receita Federal começará a fiscalizar essas transações, cobrando os impostos devidos no momento da importação.

Anteriormente, as compras internacionais abaixo de US$ 50 estavam isentas de tributação, mas agora, qualquer compra realizada no exterior estará sujeita à cobrança de impostos, independentemente do valor. Além disso, as plataformas serão responsáveis por calcular e cobrar esses impostos no momento da compra.





Impactos da nova regulamentação


Essa nova regulamentação terá impactos significativos no comércio eletrônico e nos consumidores brasileiros. Em primeiro lugar, os preços dos produtos vendidos nessas plataformas estrangeiras provavelmente sofrerão um aumento, já que os impostos serão incluídos no valor final da compra. Isso pode tornar os produtos menos atrativos para alguns consumidores, especialmente aqueles que buscavam economizar comprando no exterior.

Além disso, é provável que haja um aumento nas encomendas retidas pela Receita Federal para fins de fiscalização. Isso pode resultar em prazos de entrega mais longos, o que pode frustrar os consumidores acostumados com a rapidez das compras internacionai

Por outro lado, essa medida pode beneficiar os vendedores nacionais, que competiam com os preços baixos das plataformas internacionais. Com a cobrança de impostos, os produtos vendidos no mercado nacional poderão ter uma vantagem competitiva em relação aos produtos importados.



Conclusão


A partir de julho, a cobrança de impostos sobre as compras realizadas em plataformas estrangeiras como Shein, Shopee e AliExpress entrará em vigor no Brasil. Essa nova regulamentação tem o objetivo de equilibrar a concorrência entre produtos internacionais e nacionais, mas também terá impactos nos consumidores brasileiros acostumados a comprar produtos com preços mais baixos no exterior.

Embora essa medida possa desencorajar algumas compras internacionais, ela também pode impulsionar o comércio local e fortalecer os negócios nacionais. Resta acompanhar como essa mudança afetará o comportamento do consumidor e o mercado de comércio eletrônico como um todo.

_________________________________________________________________________





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page